genan@genan.eu

Investigações científicas

O granulado de borracha de pneus em fim de vida é utilizado em várias aplicações em que é exposto ao público. O mais conhecido é o infill de campos de relva sintética. Nos últimos anos, o infill de borracha tem tido ampla cobertura por parte da comunicação social, especialmente com foco nos Hidrocarbonetos Aromáticos Policíclicos (HAP) e seus possíveis efeitos cancerígenos.

Inúmeros estudos científicos abordaram este problema e, em todo o mundo, foram realizados mais de 70 estudos baseados em dados experimentais, concluindo que não há risco significativo ou cientificamente comprovado relacionado com a utilização de granulado de borracha fabricado com pneus em fim de vida.

Em 2015, honrando o “princípio da precaução” do Tratado da UE, afirmando que qualquer risco suspeito deve ser investigado, a Comissão Europeia iniciou mais um estudo. Este estudo seria preparado pela Agência Europeia dos Produtos Químicos (ECHA), que é o órgão responsável pela regulamentação de produtos químicos e pela utilização segura destes dentro da UE.

A ECHA publicou a sua avaliação em fevereiro de 2017, não encontrando motivos para aconselhar as pessoas a não praticar desporto em relvado sintético contendo grãos de borracha reciclada como infill. A ECHA conclui que “existe, no máximo, um nível muito baixo de preocupação com a exposição a grãos de borracha reciclada”. Siga o link abaixo para fazer o download do relatório da ECHA na íntegra.

 

icon_balance_gradient
DOWNLOAD

Avaliação da ECHA dos possíveis riscos para a saúde, de grãos de borracha reciclada utilizados como infill em campos desportivos de relva sintética

REGULAMENTOS EM VIGOR NA UE

O granulado de borracha é definido como uma mistura, o que significa que deve cumprir os artigos 28 a 30 do anexo XVII do regulamento REACH 1907/2006 (UE) e os limites de concentração para os HAP especificados nos anexos I e VI do regulamento CRE 1272/2008 (UE). A concentração para cada um dos oito PAH especificados não pode exceder os limites seguintes: 100 mg/kg para Benzo[a]pireno e Dibenz[a,h]antraceno e 1.000 mg/kg para os outros seis HAP, respetivamente.

A Genan mede o teor de HAP em amostras de granulado há vários anos e os níveis nunca excedem os 5 mg/kg para qualquer um dos HAP especificados, o que está muito abaixo do limite de concentração. A concentração de HAP diminui constantemente ao longo do tempo, uma vez que os pneus novos comercializados na UE têm de cumprir o Anexo XVII do regulamento REACH, entrada 50.1.

A ORIGEM DA BORRACHA É IMPORTANTE

Todo o granulado da Genan é garantido como sendo produzido com material de fornecedores de pneus em fim de vida. Na Europa, a Genan não processa pneus de fornecedores fora da UE, assegurando que o infill da Genan está em conformidade com o regulamento REACH. No entanto, pode haver outros produtos de infill disponíveis no mercado, que são baseados em matéria-prima de sucata de borracha de outras origens além de PFV.

Por isso, uma questão importante para os decisores deve ser a escolha de um fornecedor de infill de borracha, que seja capaz de documentar que as suas origens de entrada são apenas fornecedores de pneus em fim de vida.