info@genan.com

Comunicado da UE lança o debate sobre a dispersão dos microplásticos provenientes de campos de relvado artificial com enchimento de granulados de borracha

A Comissão Europeia deu início ao debate político sobre a utilização de granulados de borracha nos campos com relvado artificial. Durante o processo anterior à recomendação da Comissão, foi solicitado a diferentes comités da Agência Europeia de Produtos Químicos (ECHA) para fornecerem os seus pareceres, incluindo o RAC (Comité de Avaliação de Risco), recomendando a proibição total do uso de granulado de borracha, com um período de transição de 6 anos, e o SEAC (Comité de Análise Socioeconómica), que além da proibição, propôs como a alternativa a instalação de medidas de Gestão de Risco (RMM) nos relvados para evitar a disseminação para áreas onde tal dispersão não é bem-vinda. O SEAC considerou que, se a dispersão pudesse ser mantida abaixo de 7g/m2 (aproximada-mente 50kg por campos de relvado de 11) anualmente, esta poderia ser uma alternativa segura, tendo em consideração os benefícios dos campos – tais como, a jogabilidade durante o ano inteiro, excelentes propriedades de jogo e, portanto, um efeito positivo na saúde pública.

As RMM mais importantes e eficazes são, antes e acima de tudo, a instalação de barreiras ao longo do perímetro de campo, assim como de grades nas áreas de saída, onde o granulado de borracha cai automaticamente dos calçados e roupas. Essas medidas preventivas podem manter a dispersão dos campos em níveis mínimos de apenas alguns quilos por ano. Para o efeito, foi elaborada uma recomendação do CEN europeu.

A Comissão da UE avançou agora com uma proposta para a proibição total do uso de granulado de borracha em campos de relva artificial – com um período de adaptação de 6 anos. O assunto agora será analisado no sistema político, envolvendo tanto os estados membros quanto o Parlamento da UE. As principais partes interessadas, como as organizações futebolísticas – organizações nacionais, bem como a UEFA Paneuropeia – irão, consequentemente, nos próximos meses, talvez anos, dar as suas contribuições. O mesmo acontecerá com a indústria da reciclagem tanto a nível europeu (EuRIC) quanto a nível nacional, bem como aqueles que trabalham com a economia circular de pneus na prática – tal como nós, da Genan. Este processo adicional pode resultar na adoção da proposta atual, na rejeição da mesma ou na adoção de uma proposta alterada. É difícil prever quanto tempo levará este processo político. Mas será um processo abrangente – em termos de carga de trabalho e tempo.

A posição da Genan é clara. Seria absolutamente inconcebível inibir um bom mercado de vendas de produtos reciclados, quando a tecnologia existente tem capacidade para limitar a dispersão a mínimos absolutos. A incineração, em vez da reciclagem, do material seria a solução para aproximadamente 500 mil toneladas de pneus só na UE – um gigantesco retrocesso para a economia circular. A possibilidade de instalar campos de relva artificial de alto desempenho em, por exemplo, cidades já com pouco espaço para desportos, deteriorar-se-ia drasticamente, o que teria consequências tanto para a saúde pública, como para a prevenção do crime e para o bem-estar físico. Prejudicar-se-iam, também, as finanças dos departamentos de desporto e cultura das autoridades locais, pois as soluções alternativas são muito mais caras e, simultaneamente, piores. E, por último, com a emissão de mais 350 mil toneladas extras de CO2 anualmente somente na UE, as contas climáticas sofreriam, uma vez que a incineração em fornos de cimento – ou a respetiva exportação – seriam as únicas opções viáveis para os pneus que não poderiam mais ser reciclados para uso em campos de relva artificial na UE.

Estimativas da UEFA:

  • Existência de 42000 camposde relva artificial na Europa
  • 000 desses campos serão afetados por esta proposta atual da Comissão
  • O preço médio para a reconstrução do campo (conversão do campo para uma tecnologia alternativa) rondaria perto de 300.000 €
  • A proposta da Comissão imporia um custo adicional de, aproximadamente, 8,5 mil milhões de euros ao futebol europeu

Na Dinamarca, estima-se que existam 380 campos de relva artificial, e cerca de 300 desses têm granulado de borracha como material de enchimento. Caso a proposta da Comissão seja adotada na sua forma atual, é provável que, com o tempo, isso custe aos proprietários de campos dinamarqueses entre 500 e 750 milhões de coroas Dinamarquesas – apenas para a reconstrução dos campos. Se, em vez disso, a UE adotar Medidas de Gestão de Risco (RMM), como a solução para limitar a dispersão do granulado de borracha – para áreas onde tal dispersão é indesejada – a um mínimo absoluto, então o custo total a ser suportado pelos proprietários de campos dinamarqueses provavelmente será de cerca de 50-100 milhões de coroas dinamarquesas. Os mais recentes resultados preliminares do Teknologisk Institut (Instituto Tecnológico Dinamarquês), resultantes de um projeto de investigação e desenvolvimento para o município para o município de Silkeborg e para a Federação Dinamarquesa de Futebol (DBU) indicam que, com meios simples, a dispersão do granulado de borracha pode ser reduzida a um nível marginal. Para mais informações, consulte a seguinte hiperligação.

A Genan mantê-lo-á informado e atualizado em relação ao processo político relacionado a esta iniciativa.

Encontre a nossa secção de Perguntas & Respostas sobre o tópico, aqui.

CERTIFICAÇÕES GLOBAIS ISO

Como parte da nossa estratégia, de trabalhar com determinação e sistematicamente nas áreas de Qualidade, Ambiente, Saúde & Segurança e Gestão de Energia, seguimos com detalhe as linhas de orientação das quatro normas internacionais: ISO 9001 (Sistema de Gestão da Qualidade), ISO 14001 (Sistema de Gestão Ambiental), ISO 45001 (Sistema de Gestão da Segurança e Saúde Ocupacional) e ISO 50001 (Sistema de Gestão de Energia).

Graças aos conhecimentos de excelência partilhados entre fábricas e aos esforços determinantes de todos os colaboradores em todas as localizações, foi-nos possível conseguir certificações válidas para as nossas seis fábricas de reciclagem. Em dezembro de 2021, todas as fábricas foram auditadas pela entidade GUTcert – podemos agora, com orgulho, informar o resultado: quatro certificações ISO independentes, cada uma com referência às seis fábricas.

Estes quatro certificados ISO ilustram os requisitos de alto nível que impomos a nós mesmos, no que toca à qualidade, à segurança no local de trabalho, à responsabilidade ambiental, mas também no que se refere à gestão de energia, para que possamos ser mais eficientes em todas as fábricas Genan – em busca de um futuro sustentável.

Encontre os certificados aqui.

Relatório e Contas de 2021: Volume de negócios recorde do grupo Genan num ano desafiante

Genan quote icon

No ano passado, a empresa ambiental Genan, de propriedade dinamarquesa mas internacional, atingiu um volume de negócios recorde de 60 milhões de euros. O ano passado caracterizou-se pelo aumento dos preços do material, frete e energia, que – no caso da Genan – têm tanto um impacto positivo como negativo. Globalmente, o grupo Genan emerge mais forte após um ano, distinguindo-se também por uma mudança de propriedade – com a Maj Invest Equity como novo acionista maioritário.

Leia o comunicado de imprensa completo ou o nosso relatório anual de contas 2021.

Genan SCAN4DATA

Para fortalecer os valores da nossa empresa – Transparência, Qualidade e Inovação – apresentamos a nova aplicação Genan SCAN4DATA.

Verifica-se atualmente uma crescente procura de documentação e certificados de origem, pelas várias entidades com quem a Genan se relaciona – como clientes, entidades públicas, organizações ambientais, etc. Por este motivo, lançámos a aplicação Genan SCAN4DATA, uma ferramenta inovadora que providencia total transparência nos resultados de qualidade dos produtos Genan.

Através da leitura dos códigos QR presentes nos Big Bags recebidos, a aplicação permite aceder a toda a informação técnica do produto, como Ficha Técnica, Ficha de Dados de Segurança e Análises Granulométricas – pode também aceder aos resultados de qualidade do laboratório da Genan mas também de laboratórios externos. Toda a informação é apresentada no ecrã, estando também disponível para download.

Para aceder à aplicação basta seguir o seguinte link no seu telefone ou tablet: https://scan.genan.com/

A fábrica da Genan em Oranienburg está de novo operacional

Temos o prazer de anunciar que os bombeiros já na noite de quinta-feira, 31.03.2022, controlaram o incêndio em todas as cinco pilhas de pneus  na nossa fábrica de Oranienburg.

A nossa produção já foi reiniciada na tarde de quinta-feira, e a partir de hoje sexta-feira, 01.04.2022, os nossos clientes podem novamente entregar pneus e recolher mercadoria.

Pilhas de pneus em chamas no armazém exterior da fábrica da Genan em Oranienburg

Na quarta-feira à noite, 30 de Março de 2022, por volta das 22.35 horas, um dos nossos colaboradores da produção da fábrica em Oranienburg, Alemanha, reparou que 5 pilhas de pneus em diferentes locais das nossas instalações ao ar livre estavam a arder.

Um grande número de bombeiros esteve no local durante toda a noite e ainda estão a combater os incêndios; no entanto, todos os incêndios estão sob controlo, e ninguém sofreu qualquer ferimento.

Felizmente, os nossos edifícios não se incendiaram; mas, por razões de segurança, a produção foi imediatamente encerrada, quando os incêndios foram descobertos ao fim da noite de quarta-feira.

Hoje, quinta-feira 31 de Março de 2022, a fábrica de  Oranienburg está encerrada para a receção de pneus, bem como para a recolha de mercadorias.

Acompanhamos de perto a situação, mas da forma como ela se apresenta agora, esperamos que as operações voltem ao normal a partir de amanhã, sexta-feira, 1 de Abril de 2022.

Atualizaremos esta declaração assim que recebermos mais informações. Esperamos que os bombeiros continuem o seu trabalho ao longo do dia, e subsequentemente, aguardaremos pela investigação levada a cabo pelas autoridades para determinar a causa dos incêndios.

Gostaríamos de expressar a nossa gratidão aos bombeiros pelos seus esforços para apagar os incêndios – e aos nossos colegas em Oranienburg por terem agido com rapidez e segurança quando o incêndio deflagrou, e por estarem a auxiliar os bombeiros.

PKA vende 51% das ações da Genan Holding A/S para a Maj Invest Equity

Genan quote icon

O novo acionista maioritário da empresa ambiental Genan, a maior empresa de reciclagem de pneus do mundo, é a Maj Invest Equity 5 K/S. A PKA, a única proprietária do Genan desde 2014, fez um acordo com a Maj Invest Equity para que esta última assumisse 51% das ações. A PKA, como acionista minoritária, continua a ser coproprietária.

Leia mais aqui.

Genan – reciclar pneus em Portugal e exportar para o mundo

A Revista Automotive foi conhecer a nova fase da Genan e a sua fábrica de Ovar. Rui Fernandes, Plant Manager da Genan Ovar, proporcionou uma visita às instalações e, na ocasião, falou sem restrições dos mais recentes desenvolvimentos e das atividades da empresa.

Leia mais aqui

VISITE A GENAN NA FSB 2021

A Genan estará presente com o stand C13/B12 no Hall 10.1 na FSB em Colónia de 26 a 29 de Outubro de 2021.

Visite o nosso stand e fique a conhecer os nossos produtos.

Visite-nos na Big5 2021

A Genan estará  presente com o Stand Ar E208 na Big5, que terá lugar no Arena Sheikh Saeed no Dubai, entre os dias 12 e 15 de Setembro.

Visite o nosso stand e fique a conhecer o nosso GENAN COATED TOP LAYER e as revolucionárias pellets de borracha GENAN SAFE com as quais obterá excelentes valores de HIC nas bases elásticas de parques infantis.

Registre-se aqui

1 2